Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No meu Palato

No meu Palato

Rei dos Leitões | Com a verdade já não me enganas

"A cada manhã, exijo pelo menos a expectativa de uma surpresa, quer ela aconteça ou não. A expectativa, por si só, já é um entusiasmo. Quero que o facto de ter uma vida prática e sensata não me roube o direito ao desatino." Martha Medeiros

Rei dos LeitõesNa verdade, quem não gosta de uma pequena surpresa? Acho que o desejo da Martha Medeiros de ser surpreendida é partilhada pela maioria dos comuns mortais, servindo quase como um analgésico comportamental para a vida demasiado previsível que por vezes levamos.

Rei dos LeitõesTodos nós temos que, de vez em quando,  abanar as nossas expectativas, introduzir inesperabilidades e criar vias para o imprevisto, de modo a podermos temperar a vida com pequenos e simples inesperados, porque nisto do direito ao desatino, o tamanho não importa ;) Mas de onde virá esse sentimento de recompensa que está associado ao facto de sermos surpreeendidos?

Rei dos LeitõesQuem tem filhos pequenitos, com certeza e infelizmente, já ouviu falar dos vídeos ovos-surpresa do YouTube. Para aqueles que ainda não seguiram o conselho do "crescei e multiplicai-vos, enchei e dominai a terra", esses vídeos são resumidamente crianças a desembrulharem ovos de plástico carregados de pequenos brinquedos. Aqui fica um exemplo com 600 milhões de visualizações!!!

Rei dos LeitõesMais tarde, esta moda passou para os adultos e bloggers através do conceito de unboxing. Basicamente o "vício" de quem assiste a estes vídeos, pequenos e graúdos,  resulta  da constante, ligeira e eficaz libertação de dopamina, ocorrida aquando da revelação do objecto escondido. 

Rei dos LeitõesComo é óbvio, não vos estou a sugerir  que passem a assistir a este tipo de vídeos, antes pelo contrário, acho é que podemos aprender algo com essa obsessão aparentemente bizarra. E o facto a reter é o de que o cérebro recompensa a surpresa das crianças/adultos com os mesmos produtos químicos (a tal dopamina), que nos fazem sentir bem.

Rei dos Leitões Isso ocorre porque o hipocampo, um "detector de novidades" do nosso cérebro, recebe as informações sensoriais novas que chegam até ele e compara-as com as já existentes.  Se essas novidades diferem do esperado, ela desencadeia a libertação da tal dopamina, o neurotransmissor do cérebro, que nos dá uma sensação de prazer. Esse ciclo de acção-recompensa é o que faz a surpresa parecer tão boa (e também o que torna esses vídeos estranhos tão viciantes para as crianças).

Rei dos LeitõesFelizmente, existem inúmeras outras maneiras de induzirmos estes efeitos benéficos da surpresa na nossa vida. Pode ser tão simples quanto alterarmos a nossa saudação usual. Se em vez de chegarmos ao trabalho e dissermos o tradicional "bom dia", cumprimentarmos os amigos com um "olá fofuchos, vamos tomar um café", com certeza que o hipocampo do escritório vai bombar quantidades astronómicas de dopamina ;)

Rei dos LeitõesNa maior parte das vezes, basta uma singela surpresa para nos desatinar e iluminar o dia com algo desconhecido ou novo. Foi para recarregar a dopamina da minha família que os levei a almoçar ao Rei dos Leitões.

Rei dos LeitõesPorque, convenhamos, num restaurante com esse nome, só se deve comer (bom) leitão, certo? Errado. Eu já sabia isso, o meu rebanho prestes a ser "dopaminado" ainda não :P

Rei dos LeitõesLocalizado na famosa recta da Mealhada, na Bairrada, este restaurante inaugurado em 1947 e que foi eleito o ‘Melhor Restaurante da Europa 2019’ pelo Conselho Europeu de Confrarias Enogastronómicas, reabriu no passado dia 18 de Maio para o pós-Covid-19 (na verdade, nunca fechou por completo, porque durante o confinamento manteve a actividade em regime de take away/entregas ao domicílio).

Rei dos LeitõesPassados mais de 70 anos, o Rei dos Leitões tornou-se um dos mais apetecíveis e procurados restaurantes da região e um embaixador daquela que é uma das ‘7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa’ ... o leitão, preparado ainda nos fornos aquecidos a madeira (videiras de Baga) e casca de eucalipto.

Rei dos LeitõesÉ um restaurante,  cujo nome, como já perceberam, tem tanto de verdadeiro, como de enganador: é sem dúvida o melhor "restaurante de leitão" do país, mas é mais, muito mais que isso, junta-se a esse reinado um serviço de excelência e uma cozinha de autor com alma e terroir.

Rei dos LeitõesGostei imenso da frescura e complexidade de texturas da Ceviche de dourada e a batata doce,  e da voluptusidade marítima dos Frutti di Mare (com uma massa fresca papardelle deliciosa, molho de tomate e mix de peixe e mariscos). Não há muitos restaurantes a fazerem massa fresca de qualidade, o Rei é um deles. 

Rei dos Leitões

Destaque ainda para o irreverente e um pouco oriental Magret de pato a baixa temperatura e demi glace do mesmo, puré de cenoura e gengibre, mix de legumes, super macio, equilibrado e rico.  Em combinação com a fruta vermelha e pimenta preta do Colinas Reserva 2011 foi a melhor harmonização deste almoço. 

Rei dos LeitõesA maior surpresa foi, no entanto, para o Hambúrguer em bun (pão) de alface, chutney de tomate, bacon, cebola frita, acompanhado de chips de batata doce. Estava destinado à Bia, mas também nós os adultos quisemos provar. Podia estar aqui com muito adjectivos, o facto da Clarisse ter dito que não o conseguia parar de comer, resume-os bem a todos. A finalizar o repasto antes dos doces, o leitão: impecável, mas isso já o nosso hipocampo sabia ;)

Rei dos LeitõesPara a sobremesa um belo de um Morgado do Buçaco com gelado de lima, crumble de bauninlha, doce de ovo e sorrel. Crocante, fresco, denso, fino e com a noz, o ovo e o mel a provocarem um jogo de sabores muito engraçado. 

Rei dos Leitões

A oferta vínica é diversificadamente sedutora, o serviço exemplar e amigo (obrigado Fernando) e o ambiente descontraído. Nota ainda para as medidas de segurança implementadas, eficazes e protectoras, mas sem beliscar a privacidade e a descontracção que uma (boa) refeição em família exige...

Rei dos LeitõesLevou um "dois polegares para cima" da Bia, que como sabemos, para além das estrelas, é o prémio que todos os restaurantes por esse mundo fora anseiam :P

Querem um conselho para quando visitarem o Rei dos Leitões? Vão com tempo e dopaminem-se ;)